segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Polícia divulga organograma de grupo criminoso morto em operação no Sertão

A Divisão Especial de Investigação e Captura da Polícia Civil de Alagoas (Deic) divulgou no começo da manhã desta segunda-feira (12) um organograma que identifica os 11 homens que morreram durante a operação Cavalo de Tróia, realizada na última quinta-feira em Santana do Ipanema, na Sertão do Estado.
Armas apreendidas com o grupo | Divulgação / Deic




De acordo com o delegado Fábio Costa, coordenador da Deic, o organograma mostra a função de cada um dos homens dentro da organização criminosa e os históricos criminais deles, confirmados até o momento.

O coordenador disse ainda que acredita que haja envolvimento dos integrantes da organização em outros crimes e ainda aguarda mais informações de outros estados.

O esquema montado pela polícia mostra que o grupo era dividido em três núcleos, o alagoano, o pernambucano e o interestadual. Veja:












Imagens: Cortesia ao TNH1 / Delegado Fábio Costa

A ação policial com 11 mortos levou a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas, a solicitar a Secretaria de Segurança Pública que investigue a operação. A Corregedoria da Polícia Civil também irá investigar a ação, conforme recomendação do Ministério Público Estadual. Uma comissão especial de delegados, designados pelo delegado geral de Polícia Civil, Paulo Cerqueira, vai apurar como se deram as mortes.

Já a Associação dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Alagoas informou que vai protocolar um pedido de concessão de elogios aos policiais que participaram da operação.

Fonte: tnh1

Nenhum comentário:

Postar um comentário