sábado, 17 de novembro de 2018

Laudo pode inocentar Baixinho Boiadeiro

A arma de José Márcio Cavalcante, o Baixinho Boiadeiro, não foi usada na morte do vereador de Batalha Tony Carlos de Medeiros, o Tony Pretinho. Foi o que constatou o perito Sérgio Hernandez, contratado pela família de Boiadeiro. Pretinho, conforme investigações da Polícia Civil, foi executado com uma pistola de 9mm. Já Baixinho Boiadeiro seria proprietário de uma pistola ponto 45. O resultado saiu na quarta-feira, 14, e foi repassado ao EXTRA.
Mércia e Bahia Boiadeiro, viúva e filha de Neguinho Boiadeiro, lutam para provar a inocência de Baixinho - Foto: Bruno Fernandes




O próximo passo da família é anexar o laudo pericial no processo como forma de comprovar a inocência de Baixinho Boiadeiro no assassinato do vereador. “Meu irmão era padrinho da filha mais velha de Pretinho. Eram amigos. Baixinho não tinha motivos para cometer esse crime”, disse Maria da Conceição Cavalcanti de Melo, mais conhecida como Bahia Boiadeiro. Bahia e Baixinho são filhos do vereador Adelmo Rodrigues de Melo, o Neguinho Boiadeiro.

Neguinho foi executado no dia 9 de novembro do ano passado quando saía da Câmara Municipal de Batalha. Já Tony Pretinho foi morto na frente de sua residência, na noite do dia 15 de dezembro. A morte dos dois parlamentares é cercada por mistérios. A Família Boiadeiro acusa a Família Dantas de estar por estar trás das execuções. “Com o resultado do laudo temos certeza que a Justiça e o Ministério Público do Estado vão nos ajudar. A verdade virá à tona”, destacou Bahia.

No dia da morte de Neguinho Boiadeiro, Baixinho Boiadeiro entrou em confronto com o agropecuarista José Emílio Dantas, filho do ex-prefeito José Rodrigues Dantas. Da briga armada, Dantas saiu ferido, mas sobreviveu. Desde então, Baixinho Boiadeiro é considerado foragido da Justiça. “Nesse dia, Zé Emílio usava duas armas. Uma 380, que estava com registro vencido, e uma 9mm. O laudo pode abrir suspeita para ele ou para outra pessoa. A polícia que investigue agora”.

Fonte: novoextra

Nenhum comentário:

Postar um comentário